Levante Líbano

Preparando sua viagem para o Líbano

Viagem para o Líbano
Written by Debora Garcia

Nem só de trabalho nós escrevemos, certo? Certíssimo! Então chegou a hora de falar sobre como você pode preparar sua viagem para o Líbano. <3

Minha história com o Líbano

Em 2014, me mudei para a Arábia Saudita para trabalhar e resolvi que só viajaria para outros países do Oriente Médio nas férias. A ideia era explorar a região ao máximo então, em 2015, meu destino foi o Líbano.

Até então eu não sabia NADA sobre o Líbano! Dá até vergonha falar isso mas quantos de nós estudamos a história do Líbano na escola? hehe E a escolha foi totalmente ao acaso, por causa de uma outra blogueira de viagem (a Dalila Barakat, do blog Mil e uma viagens) que é brasileira/ libanesa.

Pois bem, me joguei no Líbano por 3 semanas e voltei pra Arábia Saudita decidida a me mudar pro Líbano assim que possível.

Finalmente, em 2016 me mudei de mala e cuia, sem emprego e sem conhecer ninguém, pra Beirute. Mas isso é história pra outro post…

O que você precisa saber antes de ir pro Líbano

Como chegar

Não existem voos diretos para o Líbano então você inevitavelmente fará escalas no caminho. Você pode voar com várias companhias aéreas então eu escolheria a que oferece o stopover que mais te atrai.

  • Se você voar com a Emirates, você tem stopover em Dubai.
  • Se você voar com a Turkish, você tem stopover em Istambul.
  • Se você voar com a Royal Maroc, você tem stopover em Casablanca.
  • Se você voar com a Qatar Airways, você tem stopover em Doha.

E por ai vai…

Não tem como você entrar por terra, no momento, por que o Líbano faz fronteira com a Síria e com Israel. A Síria está em guerra então você não consegue voar pra lá e a fronteira com Israel é fechada pois os dois países são inimigos. Também não há transporte por mar para os países vizinhos.

Visto

Brasileiros não precisam de visto para visitar o Líbano como turistas. Quando você chegar na imigração, o oficial vai fazer as perguntas básicas (o que você veio fazer aqui, onde você vai ficar, quando vai embora…) e pronto. Você não paga nada e eles carimbam 30 dias no seu passaporte.

A estadia é prorrogada automaticamente por 90 dias, você não precisa fazer nada, nem ir em nenhum lugar. Se quiser ficar mais do que 90 dias, então precisa ir no General Security e pagar a taxa para extensão do visto. Se você ficar ilegal após os 90 dias, você paga uma multa de +/- 50,000 LL.

Melhor época

O Líbano tem as quatro estações beeem definidas.

No verão é absurdamente quente! As praias e os resorts ficam cheios, os bares e os rooftops enchem e todo mundo anda de vestidinho e rasteirinha. É uma delícia apesar da umidade. Todos os passeios estão disponíveis e o por do sol é por volta das 8 da noite então dá pra aproveitar bastante o dia, mesmo com o calor. Não chove nada, nada, nada, nem uma gota.

No inverno é super frio! Não neva em Beirute mas as temperaturas ficam em torno dos 10 graus baixando bastante à noite. O pessoal se veste super bem, de sobretudo, botas e afins. A cidade fica linda, toda enfeitada pro Natal mas os rooftops estão todos fechados. Os bares ficam abertos, mas os rooftops fecham todos. Só tem balada indoors. Nas montanhas neva bastante e os resorts ficam cheios nos fins de semana. Tem estação de ski paga e tem vários lugares que dá pra brincar na neve de graça. Chove alguns dias mas nada absurdo.

A primavera e o outono também são uma delícia porque o clima é mais ameno. Chove alguns pouquíssimos dias mas também nada que atrapalhe. Dependendo da data ainda dá pra pegar neve nas montanhas ou as praias abertas.

Inverno no Líbano

Dinheiro

A moeda local é a lira libanesa mas o dólar é usado no dia a dia também. Você não precisa trocar real por lira, traga dólares mesmo porque você vai usar em qualquer lugar, até nos táxis. A cotação é fixa, não muda, 1 dólar = 1,500 liras.

Eu acho o Líbano um país caro pra viajar, no mesmo nível do Rio ou São Paulo. Mas sempre há uma alternativa baratinha/ mochileira. Por exemplo:

  • Um almoço pra duas pessoas num restaurante de comida local, com bebidas e arguile = +/- 80 dólares
  • Um sanduíche de shawarma com bebida, pra comer numa lanchonete ou na rua mesmo = +/- 5 dólares
  • Táxi de Beirute pra Byblos, privativo com ar condicionado = +/- 50 dólares
  • Ônibus/ van de Beirute pra Byblos, sem ar condicionado e cheio de refugiados = +/- 2 dólares
  • Balada top na White, escolhida como uma das melhores do mundo = +/- 100 dólares por pessoa
  • Balada top também mas num rooftop menos conhecido = +/- 20 dólares por pessoa

Como se locomover

A pior coisa que você pode fazer no Líbano é alugar um carro. Não faça isso, principalmente se você não fala árabe! O trânsito aqui é caótico, ninguém respeita regras, cada um dirige como quer e você vai se estressar mais do que curtir a viagem. Além disso, há checkpoints do exército em todos os lugares mas principalmente indo pras montanhas (indo para Baalbek, por exemplo) e você não vai querer ser parado em um.

Há também a questão da segurança. O Líbano é um país mega seguro MAS não é aconselhável você dirigir sozinho sem falar árabe para o Vale do Bekaa, norte ou sul do país. Você vai certamente ser enrolado por pessoas com más intenções e eu já ouvi casos de sequestro. O carro alugado tem placa verde (a normal, de morador é branca) então de longe todo mundo sabe que você não é daqui.

Não há metrô no Líbano e o “sistema de transporte público” é sofrível. Os únicos ônibus são micro-ônibus, sujos, lentos e ninguém sabe o caminho. Você pode perguntar pra qualquer libanês, ele não vai saber te dizer como usar os ônibus porque ninguém usa, só os refugiados. Todos os libaneses tem carro. O mesmo vale para as vans.

Se mesmo assim você preferir usar os ônibus ou as vans, existem dois pontos principais onde eles ficam reunidos. Pergunta na recepção do hotel como ir para Cola (é um bairro de Beirute e todas as van para o sul do país saem de lá) ou como ir para Daora (é outro bairro e todas as vans para o norte saem de lá). Quando você chegar em Cola ou Daora verá os ônibus e as vans todas juntas e os motoristas gritando pra onde estão indo. Confirme antes de entrar e boa viagem!

Sobre os taxis… apenas alguns táxis oficiais do aeroporto tem taxímetro. Todos os outros táxis do país não tem taxímetro. Isso quer dizer que o motorista cobra quanto quiser. É bom porque você pode negociar, mas é ruim pro turista que não sabe disso e não sabe quanto é justo pela corrida. Por isso, antes de sair do hotel pergunte ao recepcionista quanto custa o táxi para o local onde você deseja ir. Nunca saia do hotel sem antes ter uma noção do preço porque o taxista vai te explorar na cara dura quando ver que você não fala árabe.

A alternativa baratinha são os services, que são os táxis compartilhados. Eu contei como eles funcionam nesse vídeo:

Os carros de placa vermelha são táxis e services. Você faz sinal, o motorista para e você diz pra onde está indo. Se ele quiser/ se ele estiver indo pra lá, ele te leva. Se não, ele segue viagem e você espera o próximo. Como o service é compartilhado, pode ser que já tenha gente dentro do carro ou que ele pegue outros passageiros no caminho. De qualquer forma, a tarifa é a mesma, 2,000 LL pra uma viagem de +/- 15 minutos de distância.

Se o seu destino for mais longe que isso, o motorista pode te cobrar 2 viagens (4,000 LL). De novo, pergunte no seu hotel se um service te leva pro lugar X e o recepcionista vai te dizer, pra evitar que voê seja enrolado. Eu moro aqui e faço o mesmo caminho casa x trabalho todo santo dia. Ainda assim tem motorista que tenta me enrolar quando vê que eu não falo árabe, tenta me cobrar 2 viagens.

Além dessa alternativas, você também pode usar Uber e Careem, dois aplicativos que funcionam bem aqui para distâncias curtas ou longas. É mais barato que táxi e você pode colocar a localização certinha no app, tanto do destino quanto da origem.

Segurança

O Líbano de forma geral é extramente seguro, muito mais que o Brasil. Pode vir tranquilo! Você não ouve casos de assalto, assassinatos, nada disso!

As únicas recomendações são:

  • Não pegue ônibus e vans tarde da noite.
  • Se for voltar de táxi da balada, prefira voltar com um taxista que você já tenha usado antes. Não rola nada normalmente, eu mesma sempre volto de Uber/ Careem/ táxi, mas ano passado teve UM (um mesmo!) caso de uma britânica que estava voltando pra casa bêbada e foi morta pelo motorista do Uber. 🙁
  • Não vá para Baalbek sozinho de van ou ônibus. Esse é o único lugar que eu recomendo 100% você ir com guia.
  • Se for pra Tripoli sozinho, vá com algum libanês ou aprenda o mínimo do mínimo de árabe. Quase não tem estrangeiros lá então não é muito legal ir sozinho.

Fora isso, não precisa se preocupar com nada. Aqui todo mundo anda com celular, câmera na mão, com dinheiro no bolso, com ouro no pescoço e não acontece nada. Se você esquecer sua carteira em algum lugar, você vai voltar e vai estar tudo lá!

O que vestir

Não sei se você sabe, mas o Líbano não é de maioria muçulmana então não há nenhuma obrigação com relação às roupas. Mesmo assim, o país é conservador e as pessoas não se vestem como no Brasil.

Para os homens, você pode vestir o que quiser mas raramente vai ver homens na rua andando de shorts. Os homens gostam de se arrumar e são super vaidosos. Nas baladas, é camisa social!  Nas praias eles costumam usar shorts (e não sunga de praia).

Para as mulheres, você também pode vestir o que quiser porém é recomendado usar roupas mais modestas. Você não vai ver mulheres saindo na rua de shorts ou saia curta, mesmo no verão. Elas usam calças, vestidos e saias longas. E também se arrumam super! Maquiagem completa dia e noite.

Nas baladas dá pra usar um vestido curto mas não é tão comum assim. O pessoal aqui ainda julga pela aparência então vão achar que você é “fácil” se a roupa estiver muito curta/ decotada/ justa… :/ Eles gostam do estilo mais classy.

Na praia pode usar biquíni ou maiô, o que você quiser mas não o estilo brasileiro. Se for “pequeno” demais, você pode ser convidada a se retirar do resort ou da praia então maneire no tamanho e escolha um modelo um pouco maior.

Leve em conta também o lugar onde você vai. Se o bairro/ cidade/ região for de maioria muçulmana, você ir de forma mais modesta, mais coberta mesmo. Se você for visitar uma mesquita, você deve estar de calça e blusa de manga, no mínimo. Uma pashimina para os cabelos também é obrigatório nas mesquitas.

 

Preparando sua viagem para o Líbano

Espero que esse post tenha te ajudado com as informações básicas para a sua viagem para o Líbano.

Caso tenha alguma dúvida, deixe um comentário aqui embaixo. E acompanhe os próximos posts!

___

Photo de capa por Michał Huniewicz/ CC 2.0

About the author

Debora Garcia

Conheço 13 países mas escolhi o Oriente Médio para morar. Saí do Brasil em 2014 para trabalhar como professora na Arábia Saudita. Desde 2016 trabalhando no Líbano. <3

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: