Geral

Escolhendo o país para morar no Oriente Médio

Written by Debora Garcia

Onde morar no Oriente Médio

Alguns brasileiros já tem em mente onde querem morar no Oriente Médio, seja por descendência, um relacionamento com alguém da região, um sonho de infância, curiosidade…. Mas se você ainda não sabe para onde ir, comece pesquisando sobre os países e o que você considera essencial.

Lembre-se que você está se planejando para morar nesse país. É uma situação totalmente diferente de viajar à turismo.

Quando eu me mudei para o exterior a primeira vez, lááá em 2006, a minha única exigência era que não fosse um lugar frio, com neve. Eu já sabia que não conseguiria viver num país assim por muito tempo. Fui para Los Angeles, nos Estados Unidos, e não foi fácil.

Realmente, o clima era o que eu esperava mas eu não estava preparada para o resto. As pessoas eram frias, foi difícil fazer amigos, e eu descobri que seria tratada no trabalho como “mais uma latina de segunda classe” logo no primeiro dia. A sensação não foi legal.

Hoje em dia, eu levo outras coisas em consideração então vamos às dicas!

(Lembrando que vou escrever um post completo sobre cada tópico separadamente! Se quiser, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo no próximo post sobre o tema.)

O clima

O clima varia de país para país mas via de regra é quente, muito quente. Se você não gosta de calor, esse não é o melhor lugar pra você.

Na Arábia Saudita, todos os lugares tem ar condicionado mas andar na rua é agoniante. Já estive em Dubai dois anos durante o mês do Ramadan e eu não conseguia respirar de tão quente e úmido! Já no Líbano as estações são bem definidas, com calor e praia no verão e frio e neve nas montanhas no inverno…

Venha preparado e ciente do calor!

Sua saúde

O clima também afeta a saúde portanto se você tem alergia a poeira, mofo, lugares fechados… talvez o Oriente Médio não seja pra você.

Se você tem alergia a fumaça de cigarro e arguile, leve em conta que alguns países, como o Líbano, todo mundo fuma dentro de lugares fechados incluindo escritórios, restaurantes, clubs… em qualquer lugar tem gente fumando! E o arguile é suuuper comum também. Você vai almoçar com alguém fumando do seu lado.

Se você requer cuidados médicos específicos ou se toma remédios controlados, também pode ter alguma dificuldade. Quando estive na Arábia Saudita, pedi a minha médica um remédio para me ajudar a dormir e ela veemente negou. Pode ser difícil encontrar alguns medicamentos aqui.

Tempestade de areia na Arábia Saudita (sem filtro)

Tempestade de areia na Arábia Saudita (sem filtro)

As pessoas

Os árabes de forma geral são suuuper receptivos, principalmente com relação à brasileiros. Eles amam o Brasil! Eles puxam papo, querem saber de tudo e vão te contar que torcem para o Brasil na copa.

Diferentemente do que encontrei nos Estados Unidos, aqui não somo empregados de segunda classe. Aqui brasileiros estão no mesmo nível que americanos e europeus. Os subempregos ficam com os indianos, filipinos, paquistaneses, sírios e etc.

Nas pirâmides do Egito

Nas pirâmides do Egito

As cidades

Pense também no tamanho da cidade onde você quer morar e as facilidades que te são essenciais. As cidades pequenas são super calmas mas não tem cinema, boates, produtos importados… Nas cidades grandes, você encontra de tudo mas há muito trânsito, muita gente, muita poluição…

Quando estive no Cairo ficou óbvio que não conseguiria morar lá. É um caos! Muita gente e muito carro por todo lado, uma zona. Eu prefiro cidades pequenas e mais calmas então me adaptei super bem em Buraidah, no interior da Arábia Saudita, mesmo não tendo acesso a muitas coisas. Atualmente moro no Líbano e escolhi morar num distrito anexo a Beirute porque acho mais calmo.

Custo de vida

Mais uma vez, isso varia muito de país pra país. Morar em Dubai, por exemplo, é mais caro que morar em São Paulo. O custo de vida é altíssimo então você precisa ganhar muito bem para ter uma vida confortável. Já na Arábia Saudita, o custo é baixíssimo, é barato viver lá.

Distância do Brasil

Se você pretende ir com frequência ao Brasil, talvez seja melhor escolher um país mais próximo (como o Marrocos) ou que tenha voos diretos (como a Turquia).

A comida

Eu sou suspeita pra falar sobre comida porque acho a comida árabe é maravilhosa. Não sinto falta de comer nada que comia no Brasil. Passo o ano todo aqui de boa sem comer pão francês, pastel, pão de queijo… porque tem hummus, shawarma, falafel… hehe

Em alguns lugares você encontra produtos, comidas e restaurantes brasileiros, é verdade. Em Dubai, tem açaí na tijela na beira da praia. No Bahrain, tem churrascaria brasileira. Mas você precisará mudar seus hábitos alimentares se mudando para o Oriente Médio.

A gente coooome aqui!

A gente coooome aqui!

Vestimentas

Essa parte é mais delicada para as mulheres, sem dúvida. Independente do país do Oriente Médio para onde você se mudar, saiba que grande parte do seu guarda-roupa ficará no Brasil ou será usado apenas nas férias.

Resumidamente, com excecção de Chipre (maioria Cristã e clima praiano), ninguém sai na rua de shorts e saias mega curtas. Pode estar o calor que for, as mulheres vão estar vestidas de modo mais modesto. Isso significa usar calças, saias e vestidos longos, e roupas mais larguinhas.

Os únicos países com regras mais rígicas com relação à vestimenta das mulheres são: Irã (hijab obrigatório para todas), Arábia Saudita (abaya obrigatória para todas, hijab e niqab obrigatórios dependendo da cidade). Nos outros países você se veste como quiser, desde que seja de forma modesta para os padrões locais.

A calmaria de uma cidade do interior da Arábia Saudita

A calmaria de uma cidade do interior da Arábia Saudita

Religião

Você não precisa ser muçulmano para vir morar no Oriente Médio. Na realidade, alguns países são de maioria cristã (como Chipre e Líbano) e Israel é de maioria judia.

Com exceção da Arábia Saudita, você encontra igrejas católicas e protestantes em todos os outros países do Oriente Médio então você pode continuar praticando sua religião normalmente. Na Arábia você pode praticar sua religião em casa sem problemas.

Também não se preocupe com muçulmanos “tentando te converter”. Se você fizer perguntas sobre o Islam, eles vão responder mas ninguém vai te forçar a nada, te obrigar a nada.

Relacionamentos

Essa questão vale para os solteiros e acho importante mencionar. Paqueras, pegação e relacionamentes em geral são completamente diferentes no Oriente Médio então se você está solteiro e pensando em encontrar sua alma gêmea enquanto mora por aqui, atenção.

A religião e a cultura locais falam sempre mais alto. Isso inclui diferentes religiões (se você é homem cristão e conhece uma mulher muçulmana, esqueça!), diferentes nacionalidades (é mais fácil para mulheres estrangeiras se casarem com homens locais do que o contrário), diferentes culturas (aqui o normal é a mulher ser dona de casa enquanto o marido trabalhar fora)…

São tantos detalhes que, honestamente, suas melhores chances são com outros brasileiros ou estrangeiros morando aqui como você. Por isso, países/ cidades grandes e cosmopolitas podem ser melhores pra você do que as cidades pequenas e super tradicionais.

 

Escolhendo o país certo para morar no Oriente Médio

Então, por enquanto é isso, pessoal. Espero ter ajudado com o que levar em consideração para escolher o melhor país para você morar.

 

___

Photo by Guillén Pérez/ CC 0

About the author

Debora Garcia

Conheço 13 países mas escolhi o Oriente Médio para morar. Saí do Brasil em 2014 para trabalhar como professora na Arábia Saudita. Desde 2016 trabalhando no Líbano. <3

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: